Skip to content

La sauvergarde du “bronzage au camionneur” | Nice, France

Nice – A salvação do bronze à camionista

O magnífico Mediterrâneo. Ao contrário do verde esmeralda do Atlântico, é azul turquesa claro que escurece à medida que a linha costal se distancia.

Côte d`Azur

A temperatura encontra-se naquele ponto térmico perfeito quando a água da torneira passa de fria a quente, propício a banhos balneares agradáveis de pouco choque térmico. Um contraste notável quando relembro a experiência “estala-osso” que o Atlântico me habituou nas praias do Portinho da Arrábida. Não há areia, mas um manto de seixos de estatura média que dificultam a deslocação em pé descalço, principalmente para gente de equilíbrio desastroso como eu. Não obstante, é óptimo para um “non-cost” foot spa.

Nice é uma versão mais requintada e segura do Rio de Janeiro, com uma arquitectura mais cuidada que, por si só, embeleza a cidade – respira-se história e boa vida em cada portada ou parapeito de janela.

Nice2

Nice

À semelhança do cenário carioca, a paisagem também é de verdes colinas, de corpos estendidos na praia, de troncos e membros musculadamente vistosos que desfilam em modo jogging. No ar paira o aroma a óleo e protetor solar, salteado com a brisa fresca da tímida ondulação. Também há um “calçadão,” apelidado de “Promenade des Anglais”.

Promenade d`Anglais

Promenade d`Anglais

A história de tal nome remonta ao século XVIII, quando um inverno rigoroso impulsionou o fluxo de imigrantes para Nice. Ora a bifalhada “anglaisa,” conhecida no postal turístico Algarvio pelo bronze cancerígeno tom de lagosta e, que no mesmo século, se havia instalado em Nice para proveito do bom tempo, propôs aos recém-chegados um projeto que, segundo aqueles, era de interesse geral: a construção de um passeio pela costa mediterrânea. Foi do agrado de toda a cidade, claro está, e ainda mais dos compinchas ingleses que, naquela altura, deveriam ter acessado o vídeo youtubesco sobre a importância do protetor solar. Talvez assim tivessem retificado os seus rituais balneares, mantendo a vermelhidão da pele restrita às bochechas e à ponta do nariz, sintomas já seus regulares aquando da ingestão excessiva de bebidas alcólicas. É que assim “estragava-se apenas uma casa:” o sacrificar do fígado é como um simples não, sempre garantido! Já a pele..

O passeio foi primeiramente denominado como “Caminho dos Ingleses” pelos nativos de Nice. Depois da anexação de Nice a França em 1860, o passeio mudou o nome para “Promenade des Anglais,” que ainda hoje é um nome bastante adequado – os frequentadores do passeio encontram aqui a salvação do célebre “bronze au camionneur,” em português, bronze à camionista. Ora mirem o exemplo em baixo.

Bronzage au camionneur

“Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça..”? Not.

A Mademoiselle Piaf e o Jobim teriam feito um dueto fantástico, caso tivessem se encontrado, amorosamente, em Nice numa frívola paixão de verão. Um artista romântico de jiga-joga brasileira e uma senhora que vê sempre a vida a cor-de-rosa era para bom vento e bom casamento entre pautas e claves, debaixo do Sol francês.

Bonjour

Para o não fluente palrador de francês, três palavras são precisas apenas para sobreviver em Nice: boulangerie, patisserie, creperie. Palavras tão deliciosas ao ouvido como para todos os outros sentidos afetados por estes estabelecimentos de motor ao verbo “engorda”.

Ah Nice.. C’est suuper, magnifique!

À Bientôt chéris!

Maria Bonifácio Lopes

 

7 Comments

  1. Fantástica crónica Maria….na tua divertida maneira de escrever que nos fazer sorrir e pelas fotos magníficas que a acompanham! É um previlégio e um orgulho ser tua tia, minha adorada sobrinha!! Beijo enorme cheio de amor!!!

    • Obrigada minha titia linda! <3 Love youuuu!

  2. Fantástica crónica Maria….na tua divertida maneira de escrever que nos fazer sorrir e pelas fotos magníficas que a acompanham! É um previlégio e um orgulho ser tua tia, minha adorada sobrinha!! Beijo enorme cheio de amor!!!

    • Obrigada minha titia linda! <3 Love youuuu!

  3. Gosto muito de tu blog! Faz tempo q eu nao practico o portugues assim q gosto q vc escreve no ingles tambem. Sorry if that was hopelessly terrible Portuguese. I figured I’d give it a shot. Love that you have a bilingual blog- what a neat idea! (coming from Matador U)

    • Olá Gretcholl! Really glad you liked the blog! and for someone who doesn´t practice portuguese in a while I must say it was a really good shot! 😉 If you need any help on your practice let me know! As for the bilingual-blog I keep saying myself that I would spare some time if writing only in english.. thing is.. I can´t help writing in portuguese as well, if I don´t it feels like there´s some part of me missing on the post! 😉
      Cheers and thank you for passing by!

      Maria Lopes

  4. Olá Gretcholl! Really glad you liked the blog! and for someone who doesn´t practice portuguese in a while I must say it was a really good shot! 😉 If you need any help on your practice let me know! As for the bilingual-blog I keep saying myself that I would spare some time if writing only in english.. thing is.. I can´t help writing in portuguese as well, if I don´t it feels like there´s some part of me missing on the post! 😉
    Cheers and thank you for passing by!

    Maria Lopes

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: